domingo, 17 de maio de 2009

"Coisas claras, panos brancos, incensos e flores."




- O respeito cobriu o alvo, o beijo de despedida foi na bochecha e, na escuridão, antes do medo, o calor de um só.


Cada detalhe, cada piada, cada gesto.
O olhar brilhava horas sem fim.
Me guiei pela claridade do sorriso.
No quarto escuro, fomos ficando iguais...
Ta tudo aqui comigo.
Tudo guardado aqui, comigo.

" Clara, noite rara, nos levando além
da arrebentação
Já não tenho medo de saber quem somos
na escuridão. "


"Belo é o Recife pegando fogo na pisada do maracatu."


" -Pode crer bixo!"

3 comentários:

  1. Texto inteligente...
    Parabéns!
    Visitem meu blog: http://contosecancoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. A vida as vezes faz as coisas parecerem ter fim ...É isso q o texto me faz pensar , mas sempre sobra uma duvidazinha !Consegui ver vc impressa junto as letras no q vc escreveu manndy ...Poucas pessoas conseguem ser tão vicerais ...Vc é especial mesmo!

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante...
    Beijo, Rouxinol !

    ResponderExcluir